Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Duarte, meu filho doce

Estamos a pouco menos de um mês de completar 8 anos.

estive a rever posts de quando tinha 2 e 3 anos, e relembrei porque é tão importante manter este registo, ver como crescem, como são ou eram em determinada altura, quais as primeiras palavras e brincadeiras preferidas. um dia, vou fazer um livro com a históriade cada um.

mas, meu filho doce que já sabe ler tão bem, tem tanto brio nos trabalhos de casa e exige fazer as coisas e bem feitas. tem muitos amigos e dá importância a todos eles. também conta muitas aventuras que tem na escola que acabam em escaramuças. acho que por ter um mano mais velho, está habituado a resolver as coisas e a defender-se, então queixinhas não são com ele.só em casa! continua muito emocional, muito sensível e um pouco dramático também. por vezes, apela ao teatro para conseguir atenção. continua a fazer-me ver que por vezes é preciso parar, abraçar e depois resolver. tira-me do sério quando estamos em "frequências" diferentes, mas acho que sempre, ou quase sempre, consigo voltar atrás (mesmo que ão seja imediatamente) e dizer-lhe ou mostrar-lhe que o amo com todo o meu coração.

Adora lasanha, a cor preferida é o azul, pede para ouvir Justin Bieber e gosta de dançar. Diz muitas vezes que tem uma família unida e que a mana é mesmo fofa. Desentende-se muitas vezes com o mano, mas não vive (não vivem) um sem o outro!  

Reclama o meu colo, o meu mimo nas pequenas coisas. Sei qu tenho que ter atenção para que não pense que só a ele não lhe dou atenção. Não é verdade. Os seu desejos são ordens, sempre que puder e que se justifiquem! Mas sempre com muito amor.

 

amor da mãe, meu filho doce, meu Du.

mãe